Que ele saiba que, invariavelmente, pode contar comigo, nos tempos de celebração e na travessia das longas noites escuras.
É dele também a minha mão. É dele também o meu abraço. É dele também a minha escuta. É dele também o meu olhar amoroso. É dele também os meus melhores sorrisos.
Que se saiba amado muito além do de vez em quando, do por causa de, do se.
Que se sinta amado como é, não interessa com que cara a circunstância esteja. Que se sinta amado simplesmente porque é...

Ana Jácomo
Não me peça para esquecer as cores, meu coração sempre andará com as lembranças felizes.
Tendo na visão do futuro, as flores, o voo dos pássaros, um lindo céu azul com nuvens desenhando belas formas...
E talvez um mar para banhar e salgar as manhãs.
Não me peça para esquecer a imensa beleza da vida.
Apesar de tudo o que já passei, de tantos dissabores, há sempre algo que movimenta a nossa esperança...
Uma criança que nasce para ser amada e ser feliz, uma flor que desabrocha para ser contemplada por quem quiser, um menino que cresce e segue um caminho repleto de luz...

Carol Timm

Afonso

O caminho começou no dia 21 de Dezembro de 2006, o Afonso nasceu em morte aparente, ficando com lesões cerebrais, que lhe causaram paralisia cerebral. Atravessámos longos dias de hospital, dias em que a dor e a preocupação não nos abandonavam mas, desde cedo, percebemos que era um lutador e todos os dias lutamos, com ele, para chegar onde lhe for possível e quem sabe… afinal é um caminho que se faz caminhando...

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pizza caseira

Hoje iniciámos o dia com mais uma sessão de terapia da fala.

Na sessão é que falámos sobre a salada de frutas, a terapeuta escreveu várias comidas e perguntou ao Afonsinho qual era a preferida, ela respondeu pizza e como ele não costuma comer pizza, porque a que comemos é de compra a terapeuta ficou de me trazer a receita para fazermos a pizza em casa.

Hoje a terapeuta trouxe-nos a receita e ontem, os manos quiseram pizza para o jantar e o Afonsinho tinha comido um bocadinho.

A terapeuta foi escrevendo dois ingredientes de cada vez e ele ia escolhendo o que fazia parte da pizza que tinha comido:

Tomate, queijo, cogumelos, ananás e bacon

E escreveu também os ingredientes para fazer a massa da pizza: farinha, leite, margarina e sal q.b.

Uma vez mais o Afonsinho leu todas as palavras de forma correcta.

De tarde talas, therathogs até chegar a Sara para mais uma sessão de osteopatia sacro-craniana.

A Sara é uma pessoa fantástisca e depois da sessão do Afonsinho, ainda me fez "sofrer" uma vez que estava com uma dor insuportável nas costas, que percorre toda a coluna até ao pescoço e se prolonga pelo braço e pela mão.
A Sara é fisioterapeuta e osteopata mas apesar de todos os cursos é uma pessoa com um verdadeiro dom, tem umas mãos fantásticas que acompanham um grande coração  e uma enorme vontade de fazer a diferença...

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Terapia do MIMO...

Hoje, deixei o Afonsinho dormir e não fomos à escolinha. 

Os nossos dias são, sempre, dias de trabalho. Assim, liguei à nossa Ritinha e combinámos uma sessão de hidroterapia para as 11h00.

A aula começou com os exercício fora de água, depois já na piscina, bolhinhas, lateralizações, nadar de costas, tudo a grande velocidade porque a água estava pouco quente, cerca de 29 graus, o que é bastante frio para o Afonsinho, que rapidamente fica com os lábios roxos, apesar de manter um tónus normalizado.

Depois tinha que empurrar um dado com as mãos, cada vez que virava o dado, contava o numero de pintas e a Rita dava-lhe um beijinho por cada pinta, seis beijinhos, quatros beijinhos, beijinhos, beijinhos e mais beijinhos...

Acabámos a aula na piscina terapêutica que estava muito mais quentinha, a fazer alongamentos.

A tarde foi passada em casa, entre a rampa, o tapete, o therathogs, standing ao som da musica favorita do Afonsinho, Bruno Mars.

video

video

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Trabalho intenso...

Acordámos cedinho e depois do pequeno almoço, das rotinas de higiene e de vestir seguimos em direcção à escolinha.

O dia estava horrível e apanhámos imenso trânsito e lá chegámos atrasados, outra vez...

Quando o fui buscar estava com as duas educadoras. O Afonsinho tinha vomitado de manhã, esteve muito  molinho e com uma temperatura ligeira, 37,3.
Disse-lhes que devia ser d vacina oral, que está a tomar.

Almoçou muito bem e depois do almoço mais uma sessão de fisioterapia e de osteopatia sacro-craniana.

Continua  o trabalho na bola de bobath: sentar, controlo de cabeça, carga nbraços, reacção defensiva; no tapete: manipulação das articulações e alongamentos; na rampa: gatinhar, posição de esfinge, rastejar, carga nos braços, descer e subir a rampa.

Mais uma sessão intensa mas muito divertida ao som da musica de Bruno Mars, com a colaboração total do Afonsinho.

Depois o lanche, que continua a comer muito bem, aliás, come bem em todas as refeições.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Conceitos e mais conceitos...

Hoje e à semelhança do que aconteceu na semana passada, chegámos atrasados à escolinha...

Acordamos cedinho mas, parece que ando a passo de tartaruga e não me consigo despachar a  tempo, a vontade não é muita e todos os  dias tenho o mesmo pensamento: hoje ficamos em casa...

A viagem correu razoavelmente bem e quando chegámos já estavam a fazer a lista de presenças.

Quando o fui buscar a educadora disse que ele tinha estado bem e que tinha comido dióspiro e saímos rapidamente porque tínhamos piscina.

Combinei com a Rita este horário para vermos se funciona, uma vez  que hoje não havia Liga.

A aula correu muito bem e vamos manter este horário à quinta feira. Assim não temos que vir para casa, almoçar a correr para estar na piscina às 14h30 e ficamos com a tarde livre.
 
Começámos a aula com exercícios fora da piscina, depois algumas piscinas a fazer bolhinhas,  sem grande colaboração por parte do Afonsinho e lateralizações.

Depois conceitos e mais conceitos. Tinha que escolher um objecto de acordo com a pergunta que a Rita lhe fazia, levar o objecto até ao fundo da piscina, voltar a "nadar" de costas, escolher outro e assim sucessivamente.

«Qual é a baleia mais pequena?»
«Qual é o barco grande?»
«Qual é que está sujo? entre duas conchas»
«Qual é o mais curto?»
«Qual é o mais cumprido?»
«Qual é o roxo?»
«Quantas argolas em cada conjunto? 2, 3, 4, 5»
«Qual é o conjunto par?»
«Qual o conjunto ímpar?»
«Construção de grupos pares e ímpares - 2+2 ou 2+3»

A todas as questões, não me lembro se foram mais do que as que descrevi, obtivemos uma resposta CORRECTA e ainda tentativas, alguma bem sucedidas, de comunicação da resposta através da oralidade.

Começámos na piscina menos quente e acabámos na piscina terapêutica, com água quentinha, mesmo muito quentinha.

Mais uma aula fantááástica!!!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Reunião no Jardim de Infância - Liga

Hoje foi dia de mais uma reunião.

Fomos surpreendidos, no meu caso agradavelmente surpreendida, pela presença, na reunião, de todas as educadoras e auxiliares do jardim de infância.

Os terapeutas forneceram várias estratégias e posicionamentos para o Afonsinho estar sentado no tapete, para a utilização da tabela de comunicação e para a comunicação com ele, reforçando a necessidade de falar com ele, olhando para ele, explicando os objectivos do trabalho a desenvolver, para que ele se sinta motivado e participe de forma positiva e construtiva, posicionamento sentado ao colo para a realização de trabalhos: pintura, plasticina, colagens...

Falou-se, uma vez mais, do comportamento e que ele vai buscar  o padrão quando não quer fazer ou quer mostrar desagrado, falou-se também das reacções associadas que mantém, apesar de muito mais diminuídas, ao toque, em especial na face e nas mãos.

As educadoras acham-no menos tenso e mais predisposto para o trabalho manual e de motricidade fina desde que toma o novo medicamento. 

domingo, 23 de outubro de 2011

Chegou a chuva...

Fim de semana em casa...

Pois, chegou, finalmente, para alguns, o Outono e com ele os dias cinzentos, chuvosos e tristes...

Normalmente, no fim do Verão já tenho alguma saudade dos dias mais frescos mas este ano NÃO!!!

Estávamos a adorar o bom tempo, os nossos passeios ao fim de semana...

Ontem iniciámos o dia com mais uma sessão de acupunctura e depois seguimos para a piscina.

A aula foi muito curta, porque a água não estava muito quente, a piscina terapêutica estava fechada e o Afonsinho ficou rapidamente com frio.

De tarde ficámos em casa, entre a televisão, o tapete, a rampa, o standing...

Hoje o tempo ainda estava pior e o nosso passeio, estava planeado ir a Sintra ao Museu do Brinquedo foi cancelado. Ficámos em casa e não fizemos nada de especial, ainda tentámos fazer alguns jogos de opostos, de silabas mas, o Afonsinho estava como o tempo "cinzentinho" e não queria fazer nada que se parecesse com trabalho...

O que é paralisia cerebral?

"A criança com Paralisia Cerebral tem uma perturbação do controlo da postura e movimento, como consequência de uma lesão cerebral que atinge o cérebro em período de desenvolvimento.
(...)A criança com Paralisia Cerebral pode ter inteligência normal ou até acima do normal."

Retirado de "A criança com paralisia cerebral" - Guia para os pais e profissionais da saúde e educação APPC
Hoje caminho, o céu está azul, o sol brilha esplendoroso, oiço o chilrear dos passarinhos e o silêncio...
O silêncio no meu coração,
Os momentos, os meus momentos felizes...
Oiço o riso das crianças, cheiro a maresia que vem do mar, caminho descalça pela areia, continuo a sonhar.
Sonho, que o teu limite é o sonho e que o teu caminho, tem tantos obstáculos, uns já vencidos e outros, tantos outros, por vencer...
Dificil, é este nosso caminho mas, sei que embora seja feito devagar, muito devagar, sei que chegaremos ao destino deste nosso caminho que se faz caminhando...

Dina

Sou uma caminhante na estrada do aprendizado do amor. Às vezes, exausta, eu paro um pouquinho. Cuido das dores. Retomo o fôlego. Depois, levanto e seduzida, enternecida pelo chamado, cheia de fé, eu prossigo. Um passo e mais outro e mais outro e mais outro, incontáveis. Sei de cor que não é fácil, mas sei também que é maravilhoso olhar para o caminho percorrido e perceber o quanto a gente já avançou, no nosso ritmo, do nossos jeito, um passo de cada vez.

Ana Jácomo
E Deus continua susurrando: Não desista, o melhor ainda está por vir...
Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.

Dalai Lama

O amor é um caminho que clareia, progressivamente, à medida em que o percorremos, como se cada passo nosso fizesse descortinar um pouco mais a sua luz.
A jornada é feita de dádivas e alegrias, mas também de imprevistos, embaraços, inabilidades, lições de toda espécie.
De vez em quando, tropeçamos nos trechos mais acidentados. Depois, levantamos e prosseguimos: o chamado do amor é irrecusável para a alma. Desistir dele, para ela, é como desistir de respirar.


Ana Jácomo
Quando eu deixei de olhar tão ansiosamente para o que me faltava e passei a olhar com gentileza para o que eu tinha, descobri que, de verdade, há muito mais a agradecer do que a pedir. Tanto, que às vezes, quando lembro, eu me comovo. Pelo que há, mas também por conseguir ver.

Ana Jácomo
Nem sempre querer é poder, porque às vezes a gente quer, mas ainda não pode. Ainda não consegue realizar.
Não faz mal: a vontade que é legítima, alinhada com a alma, caminha conosco, paciente, fresca, bondosa, até que a gente possa. Às vezes, isso parece muito longe, mas é só o tempo do cultivo. As flores, como algumas vontades, também desabrocham somente quando conseguem


Ana Jácomo
Depois de cada momento de fraqueza, meu coração prepara, em silêncio, uma nova fornada de coragem.
Às vezes cansa, sim, mas combinamos não desistir da força que verdadeiramente nos move.

Ana Jácomo

Todos os direitos reservados